A long time ago we used to be friends…

Padrão

Os fãs de seriados sabem a frustração que é ver seu programa preferido cancelado prematuramente.  Os fãs de Verônica Mars (2004 – 2007) sabem muito bem o que é isso. Sucesso em sua primeira temporada, a série sofreu com a queda de qualidade nos roteiros, dificuldades de manter a consistência da trama e problemas astrais nunca identificados que levaram ao seu trágico fim em 2007. O episódio final deixou mais perguntas do que respostas e desde então muitos rumores surgiram sobre uma continuação.  Eis que entra o kickstarter, uma das plataformas geniais de crowdfunding que permite que pessoas contribuam para que projetos sem fonte de financiamento vejam a luz do dia. Uma página no Kickstarter foi criada com o nome de Verônica Mars – The Movie e em poucas horas os fãs do seriado mostraram que não foi falta de audiência que derrubou a série.
Veronica Mars estreou no último dia 14 nos cinemas dos Estados Unidos.  Sites especializados afirmam que o público tem sido discreto e tudo indica que o filme não deve passar do primeiro mês de exibições na telona. No Brasil o filme não passou pelas telonas mas está disponível para compra e aluguel digital no itunes e play store.

Sobre o filme:

A trama se passa dez anos após a saída de Verônica do High School. E ela conseguiu. Saiu de Neptune, abandonou o trabalho de investigadora particular e se formou em Princeton. Até que recebe uma ligação de Logan, pedindo ajuda com, vejam só, uma acusação de assassinato da ex namorada, uma cantora pop que estudou com os dois em Neptune High.

Como TODO MUNDO que assistiu a série sabe que ela faria, Verônica corre ao encontro de Logan, se iludindo de que seus motivos são apenas “ajudá-lo a encontrar um bom advogado” e acaba retornando aos seus antigos hábitos de investigadora particular para descobrir o verdadeiro assassino de Bonnie e salvar Logan mais uma vez. Seu retorno a Neptune trás de volta diversos personagens da série. Um dos momentos altos do filme é quando Verônica, Max e Wallace vão para a Reunion (comemoração de dez anos da formatura de ensino médio). É uma delícia assistir como apesar de qualquer mudança que essas pessoas sofreram na última década, quando se juntam é como se o Ensino Médio jamais houvesse terminado! Recheado de sarcasmo, acidez e brigas como sempre imaginamos que a Neptune High Reunion seria.

A trama do assassinato de Bonnie em si é fraca. Não prende a atenção e demonstra algumas deficiências que a própria série teve em manter a consistência das investigações em relação a primeira temporada. Talvez a vontade de agradar fãs tão fiéis que financiaram o filme tenha prejudicado o roteiro e edição do longa, uma vez que as tramas paralelas parecem desconexas, como esquetes inseridos para das espaço aos queridos personagens que não se envolviam com a trama principal.

Quanto a Verônica, boa e velha Verônica, nada mudou. Ao colocar os pés em Neptune, volta a ser a mesma menina esperta, sarcástica, bisbilhoteira e com péssimo gosto para homens que todos conhecemos e amamos. Como a própria se descreve durante o filme, Verônica é uma viciada tentando se reabilitar. Mas uma coisa não se pode negar: depois de tudo que vimos na série, é o final mais lógico para essa que é uma das personagens mais bem desenhadas e bem interpretadas da TV dos últimos tempos.

Para os fãs, é uma obrigação assistir.Relembrar os personagens, essa cidade caos que é Neptune, os excelentes diálogos e comentários de Verônica.

Para quem não conhece a história, não é a melhor exibição de quem é Verônica Mars e também não deve entrar em listas de melhores filmes do ano. Infelizmente.

 

Re re re re começando

Padrão

Pois é, até perdi a conta de quantas vezes já comecei e larguei blogs. Inclusive já larguei este aqui uma vez. Mas agora vai!

Vou escrever sobre aquilo que eu vivo enchendo os ouvidos dos meus amigos de: filmes, críticas, filmes, outras artes, filmes, nerdices….capaz do meu jedi cachorro dar o ar da graça eventualmente. 
Não garanto que vai ser o blog mais interessante de todos,  mas quem sabe?! Se é pra sonhar que seja alto!